Persona - Descubra como criar a sua HOJE - Ads Consultor

Persona – Descubra como criar a sua HOJE

Com a popularização das ferramentas de marketing digital, muitos termos passaram a ser usados por pessoas interessadas em aprender sobre como se posicionar online. Persona e avatar são dois grandes exemplos disso.

Tanto um, quanto outro, têm o poder de transformar completamente o direcionamento do seu conteúdo.

Isso ocorre, pois persona e avatar são ferramentas utilizadas para especificar o tipo de público que consome sua página, te ajudando a abordar da melhor forma a cada um.

Para conhecer mais sobre a importância de cada um e descobrir como utilizar essas ferramentas, continue acompanhando esse texto!

Definições de persona e avatar

Persona

A persona pode ser definida como uma pessoa semi fictícia, inspirada nas características que o avatar pode te dar.

É bem simples, olha só:

Sua persona pode e deve ter um nome, idade, gênero, renda mensal, estado civil, interesse, sonhos, dores e o máximo de informações possíveis.

Ela precisa ter uma história que conte o porquê dela ter interesse na sua marca e como você pode ajuda-la.

Assim, você também pode falar sobre suas dores, o que mais a incomoda e dar dicas e soluções, além do oferecimento diretamente do produto.

Em outras palavras, você vai criar uma pessoa que não existe, baseada em pessoas que existem e se interessam pelo seu conteúdo, para que você possa ter exatamente o que elas precisam.

Se você ainda estiver com dificuldade para entender sobre essas e outras questões, aqui você encontra material completo sobre como iniciar no marketing digital.

Todo material que eu ofereço aqui, tanto em e-books, quanto em newsletter e conteúdo, são testados há anos e com comprovação de eficácia. Eu quero que você alcance não somente uma renda extra, mas autonomia!

Avatar

O avatar é aquela parcela de todo o seu público alvo que tem algo em comum. É através dele, que a sua persona será criada.

Ele precisa conter informações, como:

  • Gênero;
  • Idade;
  • Estado civil;
  • Grau de instrução;
  • Renda mensal;
  • Interesses;
  • Medos;
  • Sonhos;
  • Localização.

Qual é a diferença entre persona e avatar?

Você deve ter percebido que persona e avatar têm as mesmas características, né?

Pois é, mas eles são sim, muito diferentes.

O avatar é uma pesquisa, ele recolhe informações em comum em todas a sua audiência.

Com ele, você descobre de onde é o seu maior tráfego, se você alcança mais homens ou mulheres, em que idade, de que forma e porquê.

Já com a persona, você vai criar uma história com todas essas informações e pensar em tudo o que você pode realizar a partir dela.

Portanto, isso significa se colocar no lugar dela, entender seus problemas, dores, medos e anseios e tentar solucionar com o que você puder oferecer.

Se seu nicho é gastronomia, um curso pode ajudar alguém que se encontra desempregada e com medo de não conseguir arcar com as contas mensais, por exemplo.

Se coloque no lugar da persona, entenda sua situação e pense no que você gostaria de receber como auxilio, desde que esteja dentro da sua possibilidade de produção de conteúdo.

Como identificar a persona para seu negócio em 4 passos

É importante dizer que a criação de uma persona é algo que pode ser melhorado ao longo do tempo e que não deve ser algo fixo, mas sim passível de mudança.

Afinal, o crescimento dos negócios, a mudança no cenário econômico e até o conhecimento do público permitem que a sua persona, em algum momento, mude.

Portanto, fique ligado em novas informações.

Passo #1 – Defina o que é o seu negócio:

Pode até parecer um pouco estranho, mas o primeiro passo de como identificar a persona para seu negócio é entendendo o que você faz.

Isso significa não apenas saber o que você venda, mas todas as características dos seus produtos e até mesmo como é o método de funcionamento.

Por exemplo, suponha que você tem um site de venda de produtos sobre como ganhar dinheiro online.

Neste cenário, o seu negócio é totalmente online e foca no conhecimento e informação para um público que quer alcançar a independência financeira ou ter uma renda extra.

Logo, você deve entender quais especificidades que tornam o seu produto interessante e, caso seja mais de um, o diferencial básico entre cada um deles.

Conhecer a fundo todo o seu negócio é essencial para que você entenda o que está fazendo.

Desse modo, mesmo que você tenha ajuda ou parcerias, não canse de conhecer e se aprofundar.

Passo #2 – Conheça o seu público:

O segundo passo dessa lista de como identificar a persona para seu negócio é já ter em mente quem é o seu público alvo.

Mesmo que você seja um iniciante, existem uma série de informações básicas que acompanham a criação de um negócio online deste a escolha do nicho.

Essas informações, podem compor o público alvo, que seria os usuários que podem considerar a sua ideia interessante ou mesmo querer ler um pouco mais, mesmo que não cheguem ao carrinho de comprar.

Portanto, são informações mais abrangentes, mas que não deixam de ser importantes, e que vão lhe ajudar a definir a persona.

Por exemplo, ao escolher um nicho de moda, você pode pender para a moda comum ou mesmo específica, como os plus size, de época, e assim por diante.

Ou seja, você vai buscar pessoas interessadas neste assunto.

Seguindo essa linha, você também vai definir um gênero, ao menos de uma forma geral, idade e, caso venda produtos físicos, como roupas, será necessário definir uma localização ou mesmo até onde entregas serão feitas.

Todas essas informações formam o público alvo:

  • Mulheres adultas;
  • Moram no Brasil;
  • Buscam informações e produtos de moda plus size, por exemplo.

Apenas conhecendo essas informações básicas, você vai conseguir dar sequência a sua pesquisa de como identificar a persona para seu negócio.

Passo #3 – Recolhimento de informações:

O terceiro passo está diretamente relacionado ao seu engajamento e público, sendo ideal que você tenha algum tipo de contato.

Suponha que o seu site ainda esteja no início, recolher informações será um pouco mais complicado, o que não significa que seja impossível.

Neste caso, uma dica é utilizar as redes sociais, que tem um fluxo mais rápido de informação, para conseguir colher aquilo que você precisa.

Em suma, o recolhimento de informações pode ser feito através de:

  • Acesso direto ao seu site;
  • Respostas de e-mail;
  • Botões de ação;
  • Formulários;
  • Enquetes;
  • Comentários em redes sociais;
  • Pesquisas diretas de público, como uma entrevista online, etc.

Seja como for, o foco é sempre o mesmo: recolher o máximo de informações que puder.

Entretanto, você pode se perguntar sobre qual seria o tipo de informação que você vai recolher.

Caso essa seja a sua dúvida, separamos algumas perguntas a serem feitas ao público que podem lhe ajudar:

  • Gênero e faixa etária;
  • Localização;
  • Tipo de trabalho que realiza;
  • Faixa salarial;
  • Quais são os problemas que busca resolver;
  • Dores ou obstáculos de rotina/vida;
  • Escolaridade;
  • Quais redes ou mídias digitais que mais acessa;
  • Tipo de conteúdo que acha interessante ou que está procurando;
  • Quem ou o que influencia na tomada de decisões, etc.

Exemplo baseado nas respostas acima:

Júlia, 25 anos, mora no estado do Rio de Janeiro e trabalha em uma empresa de telecomunicações, recebendo mais de R$ 16 mil ao ano.

Cansada de trabalhar e não ter um bom lucro financeiro que procura, está em busca de uma renda extra na internet para ser mais independente e comprar sua casa/carro.

Júlia tem ensino superior incompleto, ainda cursando e usa o Facebook, Instagram e blogs diariamente como método de obter informação sobre dicas para ganhar renda extra, economizar e organizar as finanças.

Geralmente, é influenciada por pessoas que alcançaram a independência financeira, como blogueiras e alguns investidores.

Passo #4 – Analise os dados recolhidos da sua persona:  

Depois de fazer a pesquisa acima, você já vai ter uma ideia de quem é o seu cliente ideal, porém, não termina ali.

Todos os dados devem ser recolhidos e analisados para criar uma persona baseada em todas as informações e não apenas em uma pesquisa ou resposta.

Para ficar mais simples, uma dica é colocar todas as respostas colhidas em um infográfico, para facilitar a visualização.

persona

Além do mais, a criação de infográficos permite que você guarda mais facilmente esses dados e seja capaz de, a longo prazo, comparar com outros infográficos, sejam mensais ou anuais.

Seja como for que você escolha analisar, pegue todos os dados que conseguiu e coloque em perspectiva.

Assim, é possível que você perceba que grande parte das respostas serão consistentes e iguais, mas que algumas podem ser diferentes.

No caso de respostas diferentes em pequena proporção, você pode aproveitar para criar uma persona separada.

Por exemplo, se o seu site fala sobre culinária caseira, mas uma pequena porção do seu público busca por informações sobre receitas vegetarianas.

Nesse caso, você pode ter um conteúdo e produtos maior voltado para a comida caseira, mas também ter uma menor proporção que atenda essa demanda pequena, de pessoas que não comem carnes.

Ou seja, você consegue diversificar o seu portfólio de ação, o número de produtos que vende e mais.

Importante: depois de algum tempo, refaça a pesquisa, reanalise os dados e veja se é necessário mudar alguma característica da sua persona.

Conclusão

Persona e avatar são fundamentais para a construção de uma conexão de qualidade entre você e seu público, e para que isso dê certo, é necessário compreender com quem você está falando.

Se você não sabe quem é sua audiência, comece por aí. Descubra quem está do outro lado, faça as perguntas corretas e entenda o porquê dessa pessoa te procurar.

O que você tem a oferecer a ela?

E pronto. A partir daí, é só construir um conteúdo de qualidade, voltado para ela! Aqui, inclusive, você encontra vários posts que podem te auxiliar nessa construção!

Bom trabalho!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Posts relacionados

× Como posso te ajudar?